-
Blog leia todos os artigos publicados pelos nossos psicólogos

A tal da assertividade… Aprenda como ter relacionamentos mais autênticos na vida pessoal e profissional

Assuntos: Relacionamentos | Autor: Tathiana Almeida | | Postado em 26.01.2015

Terapia Cognitiva Comportamental

O que é?

 É a habilidade social de afirmar com segurança os próprios direitos e expressar pensamentos, sentimentos e crenças de maneira direta, clara, honesta e apropriada ao contexto, de modo a não violar o direito das outras pessoas.

A postura assertiva é uma virtude, pois se mantém no justo meio-termo entre dois extremos inadequados, um por excesso (agressão), outro por falta (submissão). É saber dizer “sim” quando quer dizer “sim” e, principalmente dizer “não”, quando quer dizer não. Está no processo de pensar e expressar-se, tanto verbalmente, como, por comportamentos.

Exemplos:

  • Conseguir se posicionar e falar com toda tranquilidade e elegância;
  • Ser transparente ao falar e saber ouvir;
  • Saber ouvir críticas sem partir para o ataque pessoal;
  • Ter postura segura e comedida;
  • Tratar as pessoas com respeito;
  • Aceitar acordos;
  • Ir direto ao ponto, sem ser áspero.

O que   não é assertividade?

É falhar na expressão das suas necessidades ou preferências, emoções e opiniões.

Exemplos:

  • Aceitar e realizar atividades que não lhe interessam, só porque isto lhe foi solicitado;
  • Não pedir um favor que é legítimo e do qual se necessita;
  • Não manifestar desacordo perante algo que não se concorda;
  • Ser agressivo ao se colocar.

10 atitudes assertivas

  1. O EU é fundamental: DIGA SEMPRE Eu penso… Eu quero… Eu sinto…”.
  2. .Seja objetivo e concreto. Utilize informações recentes. Exponha seu propósito, explique e conclua.
  3. Controle suas emoções com racionalidade. Caso esteja perdendo o controle e alterando o tom de voz, se afaste!
  4. Escute. Deixe o outro expressar-se; respeite o que ele diz, mesmo que você não esteja de acordo. Controle suas reações. Demonstre que você está escutando;
  5. Reconheça seus sentimentos e sua posição;
  6. Tenha compaixão e se coloque no lugar do outro;
  7. Seja tolerante à frustração. Espere por um “não” e por possíveis reações negativas como resposta;
  8. Preste atenção à sua linguagem verbal e não-verbal;
  9. Utilize palavras de conotação positiva, que expressem confiança e empatia, com tom de voz suave e expressões faciais joviais;
  10. Seja modesto. Permita-se dizer “Sinto muito… Obrigado… Por favor…” cada vez que seja necessário!

Uma nota final!

A assertividade não garante a não ocorrência de conflitos interpessoais, mas quando praticada facilita a comunicação diante de um desacordo. Lembrando que toda mudança requer esforço, determinação no dia-a-dia e coragem para confrontar situações desconfortáveis.

Quer uma mãozinha em seu processo de autoconhecimento? Entre em contato comigo!

   psicologo tijuca rjTathiana Almeida é psicóloga, Gestalt- Terapeuta e Terapeuta Cognitiva Comportamental. Realiza Atendimentos a adolescentes, Adultos e Idosos na Barra da Tijuca, Copacabana e Tijuca, Rio de Janeiro, RJ. 

Compartilhe:
Planilhas para você + saiba mais
Sublocação de Sala + saiba mais
Cursos e Grupo de Estudos + saiba mais
Todos os direitos reservados © 2013 Senhora Terapia Design por xCake