-
Blog leia todos os artigos publicados pelos nossos psicólogos

Obesidade e a Terapia Cognitivo-Comportamental

Assuntos: Terapia Cognitivo-Comportamental | Autor: Marseylle Brasil | | Postado em 28.08.2015

obesidade

Técnicas de resistência em relação à comida

Pessoas que sofrem com a obesidade e o sobrepeso sofrem também, muitas vezes, com comentários de amigos e parentes como, por exemplo: basta ter força de vontade.

Apesar de estarem bem intencionados, não entendem que o problema é muito maior. Não é uma questão apenas de força de vontade. Por mais que saibamos todos os motivos pelos quais queremos emagrecer, no momento que estamos com fome ou temos um desejo incontrolável por uma comida, pensamentos sabotadores surgem: “não tem problema se eu comer só um pedacinho”, “eu mereço comer isso, afinal me esforcei muito essa semana”, “meu namorado terminou comigo, preciso desse doce”, e assim por diante. Provavelmente você se identificou com esses pensamentos e poderia enumerar mais alguns.

Pensamentos sabotadores são poderosos  e nos fazem esquecer momentaneamente nosso propósito. Todas as razões para emagrecer, tão presentes no nosso dia a dia, desaparecem e cedemos. Depois vivenciamos a culpa por ter cedido, sentimento de fracasso e, algumas vezes, abandonamos a dieta dando ouvidos a mais pensamentos sabotadores como: nunca vou conseguir. Melhor desistir mesmo”.

Para esses momentos da verdade, onde estamos cara a cara com nossos desejos e fome, precisamos nos  munir de armas para combater os pensamentos sabotadores e nos manter firmes. A recompensa é maravilhosa.

Pensando nisso a Drª Judith Beck, filha do criador da terapia cognitivo-comportamental e sua sucessora, trouxe em sua bibliografia algumas técnicas de resistências, amplamente difundidas e utilizadas por pacientes que lutam com a obesidade, com excelentes resultados.

  • Técnica de Resistência 1 – Diga a si mesmo: NÃO TENHO ESCOLHA.

Faça a escolha de não se permitir ter escolha em relação a comidas não planejadas. Depois você poderá ser mais flexível, mas inicialmente é preciso exercitar seu músculo de resistência. Cada vez que você o exercita fica mais fácil dizer não na próxima vez.

  • Técnica de Resistência 2 – Resignação. Diga a si mesmo: Paciência!

Isso significa dizer: Eu não gosto de restringir minha alimentação neste momento, mas tenho que fazê-lo se quiser emagrecer e me manter magro. É melhor aceitar esse fato e parar com a luta mental. Vou procurar algo para me distrair. Mesmo não gostando disso agora, vou gostar depois de todos os benefícios quando estiver magro.

  • Técnica de Resistência 3 – Discorde da sua voz interior que diz: Não me importo.

Quando você está fixado na comida a voz da razão se cala. Por isso é importante dizer a si mesmo: Eu não me importo agora, mas seu eu comer esse alimento vou me sentir muito mal depois. Se eu resistir me sentirei maravilhoso depois.

  • Técnica de Resistência 4 – Ponha fim à sua “rebelião adolescente”

Ter um uma parte infantil e livre é algo muito bom, o problema é quando nos atrapalha  atingir nossas metas. Não dê atenção à sua rebelião quando pensar “Vou comer mesmo. Não quero ter que me controlar”.

  • Técnica de Resistência 5 – Faça cartões de resposta para seus pensamentos sabotadores e leia-os.

Cartões respostas são mensagens importantes que você deve lembrar. Por exemplo, se você é uma pessoa que tem dificuldade com exercício físico, pode fazer um cartão resposta para quando vierem pensamentos que te levem a não malhar: “irei amanhã sem falta”, “recomeço os exercícios na semana que vem”. Escrever um cartão resposta com a frase: “A única maneira de emagrecer definitivamente e me manter magro é ter um programa de exercícios e segui-lo. Quanto mais eu praticar fazer exercícios, mais fácil ficará”  irá ajudá-lo a vencer esses momentos de desânimo.  

  • Técnica de Resistência 6 – Beba água ou uma bebida de baixa caloria quando estiver com sede.

Muitas vezes, quando estamos com sede, temos o impulso de beber algo muito calórico e, algumas pessoas, inclusive de comer. Apesar da água não emagrecer ajuda a evitar esse impulso.

  • Técnica de Resistência 7 – Medite, Reze ou Relaxe.

Algumas técnicas de relaxamento podem ajudar quando estamos no momento de fissura em relação à comida. Um exemplo que você pode tentar é parar, inspirar lentamente pelo nariz e expirar pela boca por 10 vezes, sempre se concentrando na sua respiração. Se seu pensamento se desviar para comida, volte sua atenção para sua respiração.

  • Técnica de Resistência 8 – Faça uma lista dos motivos que você tem para emagrecer e leia sempre.

Quando queremos comer algo, esquecemos de todos os motivos que temos para resistir. Nesse momento é importante  tê-los anotados e consultá-los para trazê-los à memória porque vale a pena não repetir o prato de macarronada ou dizer não para a sobremesa.

  • Técnica de Resistência 9 – Faça uma viagem mental no tempo (negativa)

Imagine com detalhes como estará se sentindo 10 minutos depois de ter cedido a um alimento não planejado. Culpado? Sensação de fracasso? Vontade de desistir? Depois se pergunte se comer essa comida realmente vale o pequeno momento de prazer.

  • Técnica de Resistência 9 – Faça uma viagem mental no tempo (positiva)

Imagine com detalhes como estará se sentindo 10 minutos depois de ter resistido a um alimento não planejado. Forte e no controle? Esperançoso? Orgulhoso de si? Depois se pergunte o que parece melhor: comer ou não comer esse alimento não planejado.

  • Técnica de Resistência 11 – Distraia-se

Se distrair ajuda a manter o controle até que o impulso de comer passe. Saia para dar uma caminhada, ligue para uma amiga, passe um tempo na internet… Use a criatividade! Cada pessoa deve selecionar distrações que funcionem para si. Muitas vezes é preciso tentar diversas até que encontremos uma que funcione para a gente.

Colocar em práticas essas técnicas ajudará você a emagrecer, se manter magro e usufruir de todos os benefícios de uma vida mais saudável e feliz. 

psicologo cognitivo comportamental botafogoMarseylle Brasil é psicóloga clínica, graduada em psicologia pela PUC-RJ,  Terapeuta Cognitivo Comportamental. Realiza atendimento psicológico nos bairros da Tijuca e Copacabana, Rio de Janeiro, RJ.

Compartilhe:
Planilhas para você + saiba mais
Sublocação de Sala + saiba mais
Cursos e Grupo de Estudos + saiba mais
Todos os direitos reservados © 2013 Senhora Terapia Design por xCake